O poder do feedback negativo acerca de Trine 3

em Artigos por

Criar é um grande desafio, e por mais criativo e incrível que você acredite ser, em algum momento você pode estar enxergando aquilo diante seus olhos por tanto tempo que dificilmente saberá distinguir o que realmente importa. Muito do processo de criação se deve ao processo de preparação, porque a partir do momento que decidimos criar, precisamos nos preparar, porque cedo ou tarde uma avalanche pode chegar.

A Frozenbyte, desenvolvedora conhecida pelos incríveis jogos da série Trine, recentemente foi inundada por uma avalanche negativa de feedback das pessoas com relação a Trine 3, e a realidade é uma só, todos nós estamos pelados, mesmo depois de criar algo tão bem recebido pelas pessoas no passado. A Frozenbyte é uma das desenvolvedoras independentes mais amada pelas pessoas por conta dos grandes feitos na série Trine, mas será que isso realmente importa? A resposta é não, mas o problema é outro. A cada nova criação as expectivas são mais altas, e talvez em decorrência dessas expectivas Trine 3 tenha falhado miseravelmente para algumas pessoas.

O feedback negativo acerca de Trine 3 foi tão profundo para a Frozenbyte que os desenvolvedores tiveram que fazer um comunicado sincero sobre sua conduta.

Em seu comunicado, a Frozenbyte se desculpa por não atender as expectivas, e fortalece que criaram um jogo que gostariam de criar e que estão orgulhosos disso. As pessoas tinham muitas expectativas com relação a Trine 3, porém a maior delas segundo os feedbacks, era a duração do jogo, algo que a Frozenbyte não conseguiu atender por conta do quão ambicioso Trine 3 se tornou. Trine 1 e Trine 2 eram jogos de perspectiva 2.5D, mas a Frozenbyte queria ir além e fazer um jogo totalmente 3D em Trine 3, o que acabou tomando proporções ambiciosas demais para uma desenvolvedora do seu tamanho, obrigando cortes em determinadas partes do jogo, como a duração, por exemplo.

Inicialmente os desenvolvedores tinham uma história maior e consequentemente mais níveis planejados, porém para conseguir levar tudo isso para dentro de Trine 3, seria necessário o triplo do valor investido, algo em torno de 15 milhões de dólares. Quando os desenvolvedores perceberam que não tinham condições de alcançar tamanha fortuna, já era um pouco tarde.

Trine 3 não foi planejado como um jogo pequeno propositalmente para que os desenvolvedores pudessem ganhar mais dinheiro em cima de conteúdo adicional ou algo parecido, muito pelo contrário, faltou investimento para uma ambição exagerada dos mesmos. Fortalecendo as intenções da Frozenbyte, seu histórico há poucas práticas de DLCs, inclusive disponibilizaram para todos que haviam comprado a versão original de Trine a sua versão remasterizada de graça.

Compare a evolução de Trine até chegar ao 3D.
Compare a evolução de Trine até chegar ao 3D.

A culpa foi assumida pelos desenvolvedores, mas não diria que seja apenas deles, os consumidores também tem uma parcela de culpa, já que Trine 3 esteve durante um razoável período em acesso antecipado, e muitas pessoas que compraram o jogo durante essa fase de desenvolvimento provavelmente tinham uma boa noção do que haviam comprado.

Mesmo depois do posicionamento honesto dos desenvolvedores, uma parcela de pessoas reagiu negativamente, inclusive um dos argumentos mencionava a incapacidade de alguns desenvolvedores indies em gerenciar seus projetos, sugerindo a importância de uma publicadora na hora de manter as coisas sob controle.

A Frozenbyte prometeu continuar consertando e atualizando Trine 3 enquanto for necessário, mas deixou incerto o futuro da série por um período indeterminado.

Leia o comunicado oficial da Frozenbyte aqui em inglês.

Um cara de vinte e poucos anos apaixonado pelas coisas pequenas da vida. Desenvolvedor e ascendente escritor. É editor no Joguindie, seu maior xodó. Sua vida é repleta de coisas para fazer, pouco tempo para si, muito trabalho árduo e determinação. Gosta de jogar, ouvir músicas, ler quadrinhos, assistir filmes e animes, comer salgadinho, beber refrigerante, ficar em casa, e tantas outras coisas simples, mas valiosas para sua vida.

8 Comentários

  1. Eu realmente não sabia que a Frozenbyte estava passando por esses maus bocados no desenvolvimento de Trine 3. Ainda assim estou ansioso pra ver esse jogo pronto e quero jogá-lo – nem que seja para achar ruim depois – pois a Frozenbyte merece o meu apoio.

    Mas sabendo do grande número de fãs que esse estúdio tem, me pergunto se o crowdfunding não teria sido uma boa saída pra esse caso. Eu apoiaria numa boa. =)

    • É foda cara… confesso que fiquei até mal pelos devs, porque sempre fizeram um excelente trabalho em Trine, e acabaram provocando a fúria dos fãs por algo talvez despercebido, então não acho que mereciam.

      Sinceramente duvido muito que Trine 3 seja um jogo ruim, na verdade acredito que seja tão incrível quanto qualquer um da série, o que deve ter pego mesmo foi as ações de marketing mal planejadas.

      Já tenho Trine 3 e quero jogá-lo assim que possível! 🙂

      • Penso assim também, mano. Creio que o problema venha mais da expectativa exagerada dos fãs do que do jogo estar necessariamente ficando ruim (não comprei early access dele, então tô por fora).

        De certa forma esse caso é um tanto quanto parecido com a reação negativa dos fãs ao final de Mass Effect 3 (que nesse caso foi culpa do marketing seboso da EA ao longo da franquia inteira).

  2. O pessoal parece que não tem amor pelas empresas e qualquer coisinha que acontece jah desce o sarrafo na empresa, as pessoas deveriam agradecer por ter firmas que trabalham duro em criar jogos para as pessoas e não para o dinheiro(mesmo que parcialmente) …

    As pessoas estão mudando o pensamento sobre os jogos, antes eu via as pessoas elogiando os jogos e os amando de todo o coração, e a maioria eram jogos ruins, agora temos jogos como esse e as pessoas reclamam…

    • Não sei bem a razão das pessoas reagirem de forma tão ranzinza, mas eu sei que deveriam pensar um pouco nos envolvidos no processo de desenvolvimento antes de cair em cima de forma feroz. Acho válido o que você diz, talvez estejam levando por esse lado de mudança exagerado.

  3. Personagens muito carismáticos e o clima do jogo muito bom e como não joguei os outros jogos(joguei o 2 muito pouco) achei esse passavel e bem divertido.as pessoas querem jogo grande e acho que plataforma deve ser curto como era megaman,Sonic,Mario e diversão garantida

    • Olha feedback de alguém que jogou Trine 3 pessoas!
      Eu imaginava que era um jogo no mínimo divertido, o que já é muita coisa, por sinal.

      Concordo com você, plataforma deveria ser algo curto, não exageradamente grande. Acho que a diferença, no caso dos jogos de plataforma clássicos, era o nível de dificuldade capaz de deixar alguém dias tentando passar desafios.

Deixe um comentário