Introdução à série Samorost da Amanita Design

em Artigos por

Em tantos anos de jogos indies, poucas desenvolvedoras ficaram no meu coração como a Amanita Design, minha motivação para escrever sobre indies nasceu depois de Machinarium.  Como sempre acaba tendo alguém que ainda não conhece, compreenda de imediato o seguinte: a Amanita Design é uma desenvolvedora independente sediada na República Tcheca mais conhecida por desenvolver Machinarium, e estabelecida pela criação de Samorost.

Antes de começar a leitura recomendamos um play.

Samorost 1

Samorost é a raíz da Amanita Design, e responsável pela fundação da desenvolvedora em 2003. Ainda quando estudante Jakub Dvorský criou o jogo como um mero projeto da Academia de Artes, Arquitetura e Design de Praga, capital da República Tcheca. A jogabilidade do tipo aponte e clique simples, visuais orgânicos impressionantes e trilha inesquecível deram notoriedade para o jogo e consequentemente Jakub e sua desenvolvedora.

Samorost
Viajar pelo espaço em uma lata de conserva nunca foi tão agradável.

A primeira aventura do adorável gnomo de botas “Gnome” aconteceu ao perceber outro planeta preste a colidir com seu planeta natal. Sem alarde Gnomo conduz sua espaçonave “Polokonzerva” até o planeta em curso de colisão para tentar impedir o desastre.

O conceito do jogo foi planejado cautelosamente para ser executado com maestria através de mecânicas de jogabilidade simples e desenvolvimento da história baseado na solução de puzzles. Algo que torna o jogo especial é a sua forma de estimular a visão e audição, principais sistemas sensoriais, com misturas de características surreais, orgânicas e tecnológicas.

A natureza é a maior fonte de inspiração, presente nos mínimos detalhes da ambientação criada por Jakub. Não foi por acaso que o jogo foi intitulado de Samorost, palavra tcheca usada para expressar objetos esculpidos de madeira descartada. A própria ambientação usa e abusa desses objetos orgânicos peculiares.

O primeiro jogo está disponível de graça via navegador aqui.

Samorost 2

Samorost 2
Exemplo de aterrissagem segura.

Logo depois de Samorost a Amanita Design começou a trabalhar na continuação do jogo, agora com a participação do designer e animador Václav Blín, e o compositor Tomáš Dvořák.

Lançado em 2005, Samorost 2 conta com a presença do Gnomo mais uma vez, e seu cachorro, principal motivo da nova aventura. Em um belo dia o cachorro de Gnomo é abduzido por aliens que visitavam seu planeta. Impulsivo como sempre, Gnomo segue imediatamente os aliens para resgatar seu fiel companheiro.

Embora os saltos em relação ao primeiro jogo sejam pouco perceptíveis, a divisão de tarefas entre os novos integrante da equipe proporcionou para a série uma identidade aprofundada. Samorost 2 aprimora elementos acertados do primeiro jogo, e desenvolve uma aventura um pouco maior baseada em puzzles mais desafiadora e envolvente. A participação de Václav enriqueceu o design de puzzles propondo novas interações, e as músicas de Tomáš desenvolveram uma sensação condizente com a atmosfera orgânica.

O segundo jogo está disponível no Steam por uma bagatela.

Samorost 3

Evolução do planeta natal de Gnome no primeiro, segundo e terceiro jogo da série.
Evolução do planeta natal do Gnomo no primeiro, segundo e terceiro jogo da série.

Segundo a Amanita Design, Samorost 3 é maior e melhor. A próxima aventura do Gnomo é o maior salto de toda à série em todos os aspectos. Muitos anos se passaram desde o último jogo da série, lançado há mais de uma década. Emociona imaginar tanto tempo de espera, empolga saber que a espera acabou.

O terceiro jogo foi lançado no dia 24 de março no Steam.

Leia nossa análise completa.

Samorost é um marco dos jogos indie, feito com amor por uma desenvolvedora amada. A série como um todo oferece uma experiência memorável digna de um espaço dentro dos nossos corações. <3

Um cara de vinte e poucos anos apaixonado pelas coisas pequenas da vida. É editor no Joguindie, seu maior xodó. Ascendente escritor, desenvolvedor e empreendedor. Sua vida é repleta de coisas para fazer, pouco tempo para si, muito trabalho duro e determinação. Gosta de jogar, ouvir músicas, ler quadrinhos, assistir filmes e animes, comer salgadinho, beber refrigerante de limão, ficar em casa, e tantas outras coisas simples, mas valiosas para sua vida.

2 Comentários

Comente

Seu endereço de email não será publicado.

*

Mais recente em Artigos

Ir ao Topo